E o que será do Amanhã?

O que devo esperar da maré?
Só nos resta me resta me apoiar na fé
A construção de um sonho que não veio
A doce voz de um futuro que não existiu
Uma frase que, triste, se partiu ao meio
É a chama que depois da ventania não resistiu

Chegou o tempo de repensar
Chegou o tempo de replanejar
É a hora de dormir pra outro sonho sonhar
E no meio dos meus pensamentos outro objetivo encontrar

E mesmo que tudo se acaba,
O show tem que continuar
E se o seu castelo de areia desaba
É sinal de que é hora de recomeçar

A vida vem, a gente acaba aprendendo
E com os erros vamos nos fortalecendo
Uma hora ou outra a gente encontra o caminho
E deixo, enfim, de me tornar sozinho
Vou apagar os erros e repensar as decisões
E me livrar, talvez, desse mundo de ilusões

E o que será do amanhã?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.